Ferj marca semifinais e final da Taça Guanabara para o Maracanã



Levando em conta decisões judiciais que obrigam a Concessionária Maracanã S/A a reassumir o estádio, mesmo com a contestação de que a Rio-2016 não cumpriu o acordo de devolver as instalações sem pendências, a Ferj resolveu já marcar para o Maracanã os jogos das semifinais e final da Taça Guanabara.

Em ofício assinado pelo presidente Rubens Lopes, a entidade comunica a medida à Concessionária, solicitando ainda um prazo de 72 horas para uma resposta sobre o assunto. Os jogos estão previstos para os dias 25/2, 1/3 e 5/3 (final).

Assim, a Ferj tenta tirar a Concessionária da inércia. Os administradores do estádio tentaram derrubar a decisão judicial que a obriga a reassumir o controle do estádio, mas não tiveram sucesso.

Nesta semana, houve reunião na Ferj sobre o uso do Maraca, mas a situação ficou engessada pelo impasse. Até porque o governo do Rio analisa propostas de dois grupos (encabeçados por Lagardère e GL Events) para repassar a concessão, que hoje majoritariamente é da Odebrecht.

Em meio à queda de braço entre Concessionária e Rio-2016, a Light chegou a cortar a luz do Maraca, já que o pagamento das contas não havia sido realizado. A dívida alcançou R$ 3 milhões, e a Odebrecht se comprometeu em pagar o valor referente a novembro e dezembro.



MaisRecentes

Volta Redonda é o único clube do RJ a não publicar balancete. Dirigente promete números nesta quinta-feira



Continue Lendo

Ricardo Rocha lança canal de análises e entrevistas no YouTube



Continue Lendo

Dirigente tem a missão de transformar a Inter de Limeira em clube-empresa



Continue Lendo