Corinthians consegue R$ 2,4 milhões do governo para ir a Tóquio



O Corinthians pretende ir a Tóquio em 2020 mas a iniciativa não tem nada a ver com a intenção do clube de disputar mais um Mundial de Clubes da Fifa. O projeto corintiano é voltado aos esportes aquáticos onde obteve a aprovação de um repasse de R$ 2,4 milhões junto ao Ministério do Esporte dentro da distribuição de quase R$ 85 milhões feita pelo Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) para serem investidos na formação e desenvolvimento de atletas por 31 clubes do país.

O recebimento da verba corresponde ao primeiro repasse obtido pelo Corinthians junto ao governo e será voltado para o projeto “Timão rumo a Tokyo 2020”. A expectativa é que o clube tenha atletas em Jogos Olímpicos pela terceira vez seguida. Na Rio-2016, cinco nadadores eram atletas do Corinthians. Já em Londres-2012, o melhor resultado da delegação brasileira na natação foi conquista por um nadador do clube com a medalha de prata de Thiago Pereira.

–  Até então todos os investimentos na modalidade eram do próprio clube. Mas agora vamos aproveitar os convênios com o governo até por conta da crise do país – afirmou Oldano Carvalho, diretor de esportes aquáticos do Corinthians.



MaisRecentes

Dentista explica que assimetria facial pode deixar atletas sujeitos a lesões



Continue Lendo

Paris Saint-Germain (FRA) fará ação social na favela da Rocinha



Continue Lendo

Árbitros Fifa do Rio de Janeiro alcançam as maiores notas nos testes teóricos



Continue Lendo