Palmeiras arrecada R$ 13,5 milhões com ‘taxa de melhoria’ para os sócios



O Palmeiras atingiu até o mês de dezembro um total de R$ 13,5 milhões com a taxa de melhoria que foi imposta aos sócios do clube (não o sócio-torcedor) para custear a reforma do prédio administrativo. O valor corresponde a 70% dos cerca de R$ 19 milhões que o clube gastou para terminar a obra e mobiliar o prédio.

Iniciativa do ex-presidente Paulo Nobre, a cobrança nas mensalidades dos sócios foi iniciada em setembro de 2015 com previsão de ocorrer por 18 meses. Dessa forma, a taxa (R$ 55 para o plano individual e R$ 88 para o familiar) deve ser cobrada até o próximo mês.

A reforma do prédio foi uma das divergências do Palmeiras com a WTorre, onde o clube alegou que a obra foi entregue sem condições de uso tendo que repassar os custos para os sócios.



MaisRecentes

Vasco quer aumentar uso do Maracanã para impulsionar projeto de sócio-torcedor



Continue Lendo

Torcedores podem acionar Ministério Público contra Pedro Abad



Continue Lendo

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo