Palmeiras arrecada R$ 13,5 milhões com ‘taxa de melhoria’ para os sócios



O Palmeiras atingiu até o mês de dezembro um total de R$ 13,5 milhões com a taxa de melhoria que foi imposta aos sócios do clube (não o sócio-torcedor) para custear a reforma do prédio administrativo. O valor corresponde a 70% dos cerca de R$ 19 milhões que o clube gastou para terminar a obra e mobiliar o prédio.

Iniciativa do ex-presidente Paulo Nobre, a cobrança nas mensalidades dos sócios foi iniciada em setembro de 2015 com previsão de ocorrer por 18 meses. Dessa forma, a taxa (R$ 55 para o plano individual e R$ 88 para o familiar) deve ser cobrada até o próximo mês.

A reforma do prédio foi uma das divergências do Palmeiras com a WTorre, onde o clube alegou que a obra foi entregue sem condições de uso tendo que repassar os custos para os sócios.



MaisRecentes

Benemérito do Vasco reclama de obstrução da secretaria para regularizar sócio



Continue Lendo

Vasco fecha com novo patrocinador até o final da temporada



Continue Lendo

Tour da Arena Corinthians já recebeu mais de 100 mil visitantes



Continue Lendo