Fenapaf critica demora do STJD em analisar atraso nos salários de atletas



A Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf) criticou o andamento dos trabalhos do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e diz que não comparecerá mais nas audiências do órgão. O motivo foi a demora em analisar o caso dos jogadores do Santa Cruz, que ficaram quatro meses sem receber salários.

A Fenapaf fez uma notificação ao STJD no dia 10 de outubro, e só na semana passada recebeu um e-mail convidando a entidade para uma audiência de conciliação entre as partes, fato que irritou o presidente da Fenapaf, Felipe Augusto Leite.

Ele aponta que o STJD viola a Constituição ao não garantir a celeridade processual já que a grande maioria dos atletas do Santa Cruz já não defendem mais o clube pernambucano. E recusou o chamado do órgão para a audiência de conciliação.

– Depois de três meses eles aparecem querendo entender o caso? É vergonhoso, estão brincando com coisa séria – reclamou Leite.

Na carta-resposta enviada ao presidente do STJD, Ronaldo Piacente, o presidente da Fenapaf pede que “em 2017 este Tribunal consiga equacionar esta nova forma de infração cometida pelos clubes, havendo mais celeridade no seu processamento e julgamento”. O dirigente também questiona o papel da Lei do Profut, que prevê punição a clubes que atrasarem salários.

O presidente do STJD não atendeu a ligação da coluna para comentar o caso.



MaisRecentes

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo

Ferj se surpreende com informalidade da prefeitura do Rio de Janeiro



Continue Lendo

Elenco do Palmeiras pede por Deyverson, Felipão dá chance, mas diretoria quer negociá-lo



Continue Lendo