Vasco volta à elite sem prever valorização de sua marca



O Vasco não pretende aproveitar a maior visibilidade que terá com a volta à elite do futebol brasileiro para aumentar suas receitas na temporada com futebol. Ao menos é o que mostra o orçamento previsto para 2017. Mesmo jogando a Série A do Brasileirão, o documento aprovado na semana passada pelo Conselho Deliberativo do clube prevê um faturamento de R$ 4 milhões em Publicidade e R$ 25 milhões em Patrocínio, mesmas quantias obtidas pelo clube no ano passado, quando disputou a Segunda Divisão do nacional.

Apesar de manter os valores nas áreas de Publicidade e Patrocínio, a projeção de receita do Vasco é de R$ 232 milhões no total para este ano, 11,5% superior à da temporada passada. O aumento deve-se principalmente às altas previstas em Direito com Transmissão de Jogos, que passou de R$ 122 milhões para R$ 138 milhões, e Premiações, que aumentou de R$ 4 milhões para R$ 10 milhões.

Questionado sobre a previsão de receitas para este ano nas áreas de Publicidade e Patrocínio, o  Vasco não respondeu até a publicação do texto.



MaisRecentes

Pela primeira vez, desde que assumiu a CBF, Rogério Caboclo participará de um programa ao vivo



Continue Lendo

Santos e FPF se unem em campanha por apoio ao futebol feminino no Brasil



Continue Lendo

Jogos da Série B1 do Carioca terão transmissão pela tv a cabo



Continue Lendo