Paysandu envia ofício à Conmebol para recuperar uma das vagas brasileiras na Sul-Americana



O Paysandu enviou nesta quinta-feira um ofício à Conmebol solicitando que a entidade reconsidere a nova distribuição das vagas brasileiras na Copa Sul-Americana. Com a mudança para 2017, os campeões das Copas Verde e do Nordeste, Paysandu e Santa Cruz, respectivamente, perderam as vagas na disputa continental. A medida contraria o que previa o regulamento específico de ambas as disputas.

– O argumento é que a decisão da Conmebol prejudica o direito adquirido. A decisão confronta com a legislação brasileira. O prejuízo é incalculável – disse o presidente do Papão, Alberto Maia.

Com a nova distribuição de vagas, o Brasileirão passou a ser o único meio de acesso direto à Sul-Americana. Seis times brasileiros se classificaram. As duas últimas vagas, pleiteadas por Santa Cruz e Paysandu, foram para Fluminense e Sport.

O Paysandu chegou a enviar à CBF, antes do recesso de fim de ano, um pedido de compensação financeira, sem estipular valor. Alberto Maia falou diretamente com Marco Polo Del Nero, além de enviar formalmente um documento. A resposta não veio ainda, mas a informação é que o pedido está sob análise.

A CBF chegou a negociar com a Conmebol a manutenção das vagas, mas não obteve sucesso. A “compensação” foi colocar os campeões das Copas Verde e do Nordeste nas oitavas de final da Copa do Brasil, assim como o campeão da Série B e os representantes brasileiros na Libertadores.



MaisRecentes

Levir Culpi x Fluminense: processo vira segredo de Justiça



Continue Lendo

Copa América-2019: Impasse contratual aumenta atraso na organização



Continue Lendo

‘Momento é delicado e precisamos reorganizar o esporte’, avalia João Derly



Continue Lendo