Justiça mantém Riascos no Cruzeiro e o impede de fechar contrato com outro clube



O imbróglio envolvendo o atacante colombiano Riascos e o Cruzeiro teve mais capítulo na noite desta quarta-feira. É que o Tribunal Superior do Trabalho (TST) suspendeu a decisão de uma semana atrás que autorizava o jogador a fechar contrato com outro clube. A liminar foi deferida pelo ministro Ives Gandra Martins Filho após mandado de segurança impetrado pelo advogado Maurício de Figueiredo Corrêa da Veiga, que atua para o clube mineiro.

– Não houve descumprimento das obrigações contratuais por parte do clube para se justificar este processo – comentou o advogado.

Antes dessa decisão, Riascos havia obtido um habeas corpus que o liberava a atuar por qualquer clube, tanto do Brasil quanto do exterior, até que houvesse uma decisão da Justiça sobre a sua tentativa de rescindir o contrato com o Cruzeiro.

Nesta sexta-feira, entretanto, o caso terá mais um desdobramento. É que além da decisão, o ministro do TST agendou para amanhã uma audiência de conciliação entre as partes, em Brasília.



MaisRecentes

Conselheiros do Palmeiras cobram diretor de futebol Alexandre Mattos



Continue Lendo

No Dia do Professor, COB abre inscrições para curso de iniciação esportiva



Continue Lendo

Mau desempenho do time afeta Maurício Galiotte no comando do Palmeiras



Continue Lendo