Sucessor de Delfim na Federação Catarinense muda discurso e quer CBF como aliada



O novo presidente da Federação Catarinense, Rubens Angelotti, que há poucos dias substituiu o falecido Delfim Peixoto, avisa que vai adotar uma postura diferente do antecessor em relação a Marco Polo Del Nero.

Angelotti, que assumiu por ser o vice mais velho e teve o primeiro contato com o presidente da CBF na festa de encerramento do Brasileirão, entende que “cortar o relacionamento não é legal”.

– Quero ter o presidente ajudando o futebol catarinense – disse ele ao blog.

Rubens Angelotti acrescentou que Del Nero se mostrou “receptivo e muito envolvido com o futebol”.

Os colegas presidentes das federações estaduais também mostraram solidariedade por causa da tragédia aérea com a Chapecoense e dirigentes de Santa Catarina, mas evitaram iniciar qualquer aproximação com intuito de sedimentar apoio político e acertos para apoio que definirá o destino da cadeira de vice da CBF.



MaisRecentes

Vitória de Mufarrej no Botafogo não significará troca de funcionários



Continue Lendo

Presidente do COB diz que entidade já mudou e pede: ‘Vejam com outros olhos’



Continue Lendo

Corinthians espera premiação do Brasileiro em dezembro



Continue Lendo