CBF rebate tentativa de ‘virada de mesa’ do Inter no Brasileirão



A CBF reforçou que não há qualquer irregularidade no registro do zagueiro Vicotr Ramos, do Vitória, como aponta o Internacional em denúncia apresentada ao STJD, na última quinta-feira. A iniciativa do Colorado é uma tentativa de tirar pontos no Brasileirão do time baiano, com quem briga para não cair para a Série B.

– Onde diz no regulamento que está irregular? Eles têm que apresentar, pois eu não vejo nenhuma – comentou Reynaldo Buzzoni, diretor de registros e transferências da CBF.

A posição da CBF em relação à denúncia do Inter deve-se ao questionamento que já foi feito em relação ao registro de Victor Ramos ao ser contratado pelo Vitória. O caso foi julgado pelo STJD, em junho, e não foi apontada nenhuma irregularidade pelo então relator do órgão, Ronaldo Piacente.

– O processo já foi arquivado – completou Buzzoni.

Na última quinta-feira, o departamento jurídico do Colorado enviou ao STJD um adendo aos documentos já apresentados no início do ano pelo Bahia contra o rival Vitória, que hoje é adversário direto do Inter na briga contra o rebaixamento. Segundo o clube gaúcho, os novos itens “servirão para ratificar a gravidade e comprovar a má-fé da conduta dolosamente praticada pelo E. C. Vitória”.

Segundo a denúncia, Victor Ramos esteve irregular durante 26 partidas no Brasileirão, o que acarretaria na perda de 78 pontos do clube baiano na competição. O STJD deve se manifestar nos próximos dias sobre o caso.

 



MaisRecentes

Torcedores podem acionar Ministério Público contra Pedro Abad



Continue Lendo

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo

Ferj se surpreende com informalidade da prefeitura do Rio de Janeiro



Continue Lendo