Botafogo monta ‘plano de ocupação’ para otimizar uso do Engenhão



O Botafogo está elaborando um plano de ocupação para o Engenhão para otimizar a estrutura do estádio. A ideia do clube é obter novas receitas não só com eventos e atividades no local como também oferecendo vários tipos de serviços aos moradores do bairro Engenho de Dentro. A diretoria do Glorioso negocia, no momento, contratos para o estádio abrigar estabelecimentos como lanchonetes, lotérica, lavanderia, academia e estacionamento já em 2017.

– Vamos começar uma nova era para o Engenhão, que não tem mais a sombra da Olimpíada. Antes era muito difícil negociar pois sabíamos que tudo seria desmontado em 2016 – afirmou Márcio Padilha, VP de comunicação e marketing do Botafogo.

O plano ainda inclui um planejamento para setorizar o estádio para possibilitar o uso de apenas parte de sua estrutura em jogos de menor público.

– Não vamos abrir um estádio para 45 mil lugares para receber apenas 15 mil. Vamos ter um planejamento sobre isso – apontou Padilha.

Além de empresas, o Botafogo também conversa com a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e a Federação carioca da modalidade para a realização de eventos da modalidade no Engenhão, que foi o Estádio Olímpico da Rio-2016. Outra iniciativa planejada é transferir o departamento de futebol para o local.



MaisRecentes

Pela primeira vez, desde que assumiu a CBF, Rogério Caboclo participará de um programa ao vivo



Continue Lendo

Santos e FPF se unem em campanha por apoio ao futebol feminino no Brasil



Continue Lendo

Jogos da Série B1 do Carioca terão transmissão pela tv a cabo



Continue Lendo