Botafogo monta ‘plano de ocupação’ para otimizar uso do Engenhão



O Botafogo está elaborando um plano de ocupação para o Engenhão para otimizar a estrutura do estádio. A ideia do clube é obter novas receitas não só com eventos e atividades no local como também oferecendo vários tipos de serviços aos moradores do bairro Engenho de Dentro. A diretoria do Glorioso negocia, no momento, contratos para o estádio abrigar estabelecimentos como lanchonetes, lotérica, lavanderia, academia e estacionamento já em 2017.

– Vamos começar uma nova era para o Engenhão, que não tem mais a sombra da Olimpíada. Antes era muito difícil negociar pois sabíamos que tudo seria desmontado em 2016 – afirmou Márcio Padilha, VP de comunicação e marketing do Botafogo.

O plano ainda inclui um planejamento para setorizar o estádio para possibilitar o uso de apenas parte de sua estrutura em jogos de menor público.

– Não vamos abrir um estádio para 45 mil lugares para receber apenas 15 mil. Vamos ter um planejamento sobre isso – apontou Padilha.

Além de empresas, o Botafogo também conversa com a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e a Federação carioca da modalidade para a realização de eventos da modalidade no Engenhão, que foi o Estádio Olímpico da Rio-2016. Outra iniciativa planejada é transferir o departamento de futebol para o local.



MaisRecentes

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo

Ferj se surpreende com informalidade da prefeitura do Rio de Janeiro



Continue Lendo

Elenco do Palmeiras pede por Deyverson, Felipão dá chance, mas diretoria quer negociá-lo



Continue Lendo