Apfut precisa de novo decreto e nova composição só deve sair a partir de março



A nova composição da Autoridade Pública de Governança do Futebol (Apfut) não será nomeada neste ano. O órgão, responsável por fiscalizar os clubes em relação às contrapartidas para o parcelamento de dívidas no Profut, teve de alterar os membros indicados pelo governo após o processo de impeachment de Dilma. Desde então, o órgão segue sem atuar pois é formado, atualmente, apenas pelos indicados pela sociedade civil.

A demora para a nova nomeação da Apfut pelo governo é que na gestão de Temer os ministérios que são base da Apfut foram alterados. O Ministério do Trabalho do governo de Dilma, por exemplo, passou para Ministério do Trabalho e Previdência Social, o que demandará a divulgação de um novo decreto para alterar a composição da Apfut. Previsão otimista, segundo interlocutores, é que os novos membros sejam indicados apenas em março.



  • Julio Cezar Carvalho

    Isso é sacanagem com o futebol, demonstra a falta de interesse dos políticos em moralizarem este esporte.
    Com certeza tem interferência dos clubes que até agora não conseguiram as benditas CND’s obrigatórias para continuarem no Profut.
    Não se iludam, clubes que ainda não conseguiram, dificilmente conseguirão posteriormente.

MaisRecentes

Crise política breca MP que isenta atletas de cobrança previdenciária



Continue Lendo

Romário enviará relatório da CPI do Futebol ao Ministério Público da Espanha



Continue Lendo

Federação Paulista nomeia empresário como vice-presidente



Continue Lendo