Romário faz campanha por suspensão de Del Nero após mudança no jogo do Santos



O senador e ex-jogador Romário publicou em sua rede social, nesta quinta-feira, um texto indicando que os torcedores que se sentiram prejudicados com a mudança do dia e horário do jogo entre Ponte Preta e Santos, no último final de semana, podem fazer uma denúncia contra a CBF. E aponta que, com a iniciativa, o presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, pode ser suspenso por seis meses, e a CBF ser impedida de receber benefícios fiscais e recursos do governo federal.

O jogo, válido pela 34ª rodada do Brasileirão, estava marcado para ocorrer no sábado, dia 5, às 21h, e foi alterado na véspera pela entidade para o domingo, dia 6, às 11h. A iniciativa ocorreu por conta do pedido da Polícia Militar e da Promotoria de Justiça de Campinas por conta dos riscos de confronto entre as torcidas de Ponte e Guarani. Entretanto, o Estatuto do Torcedor prevê que qualquer alteração de partida precisa ocorrer com pelo menos 48 horas de antecedência.

“O que eu e outros amantes do futebol questionamos, é: com tantos anos de “organização” de campeonatos, a CBF não consegue aprovar os planos de segurança em tempo hábil? Antes de vender os ingressos? A CBF não sabia que o Guarani teria jogo naquele dia? O torcedor vai ficar sempre dependente da falta de planejamento e organização das entidades desportivas?”, questiona Romário na publicação, que também contou com uma imagem focando o protesto no uniforme do Santos com a frase “Faltou respeito” (veja abaixo).

romario-faltou-respeito-2



MaisRecentes

Benemérito do Vasco reclama de obstrução da secretaria para regularizar sócio



Continue Lendo

Vasco fecha com novo patrocinador até o final da temporada



Continue Lendo

Tour da Arena Corinthians já recebeu mais de 100 mil visitantes



Continue Lendo