Romário faz campanha por suspensão de Del Nero após mudança no jogo do Santos



O senador e ex-jogador Romário publicou em sua rede social, nesta quinta-feira, um texto indicando que os torcedores que se sentiram prejudicados com a mudança do dia e horário do jogo entre Ponte Preta e Santos, no último final de semana, podem fazer uma denúncia contra a CBF. E aponta que, com a iniciativa, o presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, pode ser suspenso por seis meses, e a CBF ser impedida de receber benefícios fiscais e recursos do governo federal.

O jogo, válido pela 34ª rodada do Brasileirão, estava marcado para ocorrer no sábado, dia 5, às 21h, e foi alterado na véspera pela entidade para o domingo, dia 6, às 11h. A iniciativa ocorreu por conta do pedido da Polícia Militar e da Promotoria de Justiça de Campinas por conta dos riscos de confronto entre as torcidas de Ponte e Guarani. Entretanto, o Estatuto do Torcedor prevê que qualquer alteração de partida precisa ocorrer com pelo menos 48 horas de antecedência.

“O que eu e outros amantes do futebol questionamos, é: com tantos anos de “organização” de campeonatos, a CBF não consegue aprovar os planos de segurança em tempo hábil? Antes de vender os ingressos? A CBF não sabia que o Guarani teria jogo naquele dia? O torcedor vai ficar sempre dependente da falta de planejamento e organização das entidades desportivas?”, questiona Romário na publicação, que também contou com uma imagem focando o protesto no uniforme do Santos com a frase “Faltou respeito” (veja abaixo).

romario-faltou-respeito-2



MaisRecentes

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo

Ferj se surpreende com informalidade da prefeitura do Rio de Janeiro



Continue Lendo

Elenco do Palmeiras pede por Deyverson, Felipão dá chance, mas diretoria quer negociá-lo



Continue Lendo