Flamengo chegou ao último trimestre do ano devendo ao Maracanã menos de 10% do que pegou emprestado



O Flamengo, de acordo com o balanço do terceiro trimestre divulgado pelo clube, chegou a setembro precisando pagar R$ 2,2 milhões ao Consórcio Maracanã do montante total de R$ 27 milhões emprestados pela administradora do estádio. Ou seja, falta menos de 10% do valor original do empréstimo por pagar.

O clube quitou a maior parte da dívida no primeiro trimestre. De junho a setembro, a redução foi de aproximadamente R$ 2 milhões. O vencimento é 31 de dezembro deste ano.

Por falar nas finanças do clubes, o Flamengo realizou em setembro uma captação de R$ 10 milhões no Banco BMG para capital de giro. Os contratos com a TV aberta e pay-per-view (Globo e Horizonte), além do acordo com a Adidas, são usados como garantia.

Com isso, o valor restante dos empréstimos nessa modalidade junto ao BMG passou de R$ 39,6 milhões para R$ 45,2 milhões (diferença de R$ 5,6 milhões) entre junho e setembro. Isso mostra que o clube, ao mesmo tempo em que pegou dinheiro, abateu parte da dívida.



MaisRecentes

No Dia do Professor, COB abre inscrições para curso de iniciação esportiva



Continue Lendo

Mau desempenho do time afeta Maurício Galiotte no comando do Palmeiras



Continue Lendo

Possibilidade de apoio de Euriquinho gera desconforto no grupo Sempre Vasco



Continue Lendo