Oposição no Vasco quer incluir sócios-torcedores nas eleições



Grupo de oposição à gestão de Eurico Miranda, a Cruzada Vascaína lançará este mês um plano de governo para ser proposto à atual direção do clube de São Januário. Entre os sugestões estão duas medidas voltadas à maior participação dos torcedores nas eleições.

A primeira é permitir o voto a todos os sócios-torcedores do programa Gigante, que hoje tem cerca de 10 mil associados. A outra e permitir que o voto seja feito à distância por conta do grande número de torcedores do time espalhados pelo país.

O grupo também prega alterações no estatuto do clube para que as reuniões do Conselho Deliberativo do Vasco sejam mais “democráticas”.



MaisRecentes

Sem recursos, processo por uso de falsificação por parte do Inter ‘morre’ no STJD



Continue Lendo

Crise econômica reduz receitas com bilheteria e sócio-torcedor no país



Continue Lendo

Seminário no Rio discute crescimento do futebol feminino



Continue Lendo