Sistema de Registros e Transferências da CBF incluirá ligas amadoras a partir de 2017



A CBF passará a incluir o cadastro de ligas não-profissionais em seu sistema de Registro e Transferências em 2017. O sistema atual foi lançado no final de 2014 e desde então permitiu apenas o cadastro de jogadores profissionais. Logo que entrou em operação, muitos clubes tiveram dificuldades com a ferramenta mesmo após a CBF dar cursos para ensinar a usar o sistema. .

Com a ampliação dos cadastros, há quem duvida da CBF conseguir administrar o sistema, como é o caso do presidente da federação catarinense (FCF) e vice da CBF, Delfim Peixoto.

– O cadastro já está certo. Agora, se a CBF vai fazer as coisas direito, ninguém sabe – comentou o o dirigente catarinense.

Apesar do pessimismo, Peixoto aprovou a ideia.

– Todas as ligas de Santa Catarina acharam interessante e são favoráveis – afirmou.

Na última segunda-feira, a FCF reuniu representantes das Ligas Não-Profissionais do estado para falar da novidade e distribuiu uma cópia do Regulamento Nacional do Sistema de Registro e Transferência de Atletas de Futebol da CBF aos presentes.



MaisRecentes

Ação contra Profut no STF terá relatoria de Alexandre de Moraes



Continue Lendo

CBF aprova novo estatuto, que aumenta poder de voto das federações



Continue Lendo

CBF vai ampliar colégio eleitoral e número de vices



Continue Lendo