Sistema de Registros e Transferências da CBF incluirá ligas amadoras a partir de 2017



A CBF passará a incluir o cadastro de ligas não-profissionais em seu sistema de Registro e Transferências em 2017. O sistema atual foi lançado no final de 2014 e desde então permitiu apenas o cadastro de jogadores profissionais. Logo que entrou em operação, muitos clubes tiveram dificuldades com a ferramenta mesmo após a CBF dar cursos para ensinar a usar o sistema. .

Com a ampliação dos cadastros, há quem duvida da CBF conseguir administrar o sistema, como é o caso do presidente da federação catarinense (FCF) e vice da CBF, Delfim Peixoto.

– O cadastro já está certo. Agora, se a CBF vai fazer as coisas direito, ninguém sabe – comentou o o dirigente catarinense.

Apesar do pessimismo, Peixoto aprovou a ideia.

– Todas as ligas de Santa Catarina acharam interessante e são favoráveis – afirmou.

Na última segunda-feira, a FCF reuniu representantes das Ligas Não-Profissionais do estado para falar da novidade e distribuiu uma cópia do Regulamento Nacional do Sistema de Registro e Transferência de Atletas de Futebol da CBF aos presentes.



MaisRecentes

Órgão antidoping faz testes surpresa no Flamengo, Fluminense, Santos e São Paulo



Continue Lendo

Associação de árbitros diz que Felipe Melo é ‘péssimo exemplo para o futebol’



Continue Lendo

Número de empresas na Lei de Incentivo ao Esporte cai pela metade



Continue Lendo