CBF gastará R$ 3,8 milhões em cotas e ajuda de custo no Brasileirão feminino



Com a reformulação e ampliação do Brasileirão feminino, que terá duas séries a partir de 2017, a CBF vai gastar R$ 3,82 milhões em cotas de participação e ajudas de custo para mandantes e visitantes, sem contar com os gastos em passagens e hospedagem. Na Série A1, serão R$ 2,59 milhões, sendo R$ 700 mil em cotas de participação. Na Série A2, o valor total é de R$ 1,23 milhão, sendo R$ 300 mil em cotas. Em ambas as divisões, mandantes e visitantes receberão, respectivamente, R$ 10 mil e R$ 5 mil por jogo. SporTV e Bandsports transmitirão a competição.



MaisRecentes

Conmebol cria aba no site para informações sobre Tribunal Disciplinar



Continue Lendo

Grêmio espera até meados de junho para tomar decisão sobre Arena



Continue Lendo

Barça ignora fase do Real Madrid e supera rival em venda de camisas no Brasil



Continue Lendo