CBF gastará R$ 3,8 milhões em cotas e ajuda de custo no Brasileirão feminino



Com a reformulação e ampliação do Brasileirão feminino, que terá duas séries a partir de 2017, a CBF vai gastar R$ 3,82 milhões em cotas de participação e ajudas de custo para mandantes e visitantes, sem contar com os gastos em passagens e hospedagem. Na Série A1, serão R$ 2,59 milhões, sendo R$ 700 mil em cotas de participação. Na Série A2, o valor total é de R$ 1,23 milhão, sendo R$ 300 mil em cotas. Em ambas as divisões, mandantes e visitantes receberão, respectivamente, R$ 10 mil e R$ 5 mil por jogo. SporTV e Bandsports transmitirão a competição.



MaisRecentes

Além da Copa Intercontinental, Fifa vai discutir legado da Copa-2014



Continue Lendo

Bandeira vê ‘afinação’ como novo vice de futebol do Flamengo



Continue Lendo

Presidente da Federação Paulista lamenta calendário apertado em 2018



Continue Lendo