CBF gastará R$ 3,8 milhões em cotas e ajuda de custo no Brasileirão feminino



Com a reformulação e ampliação do Brasileirão feminino, que terá duas séries a partir de 2017, a CBF vai gastar R$ 3,82 milhões em cotas de participação e ajudas de custo para mandantes e visitantes, sem contar com os gastos em passagens e hospedagem. Na Série A1, serão R$ 2,59 milhões, sendo R$ 700 mil em cotas de participação. Na Série A2, o valor total é de R$ 1,23 milhão, sendo R$ 300 mil em cotas. Em ambas as divisões, mandantes e visitantes receberão, respectivamente, R$ 10 mil e R$ 5 mil por jogo. SporTV e Bandsports transmitirão a competição.



MaisRecentes

Com Under Armour, Fluminense tem menos uma dor de cabeça



Continue Lendo

Atlético Paranaense abre escola de futebol na África



Continue Lendo

Finais da Copa do Brasil serão transmitidas nos cinemas



Continue Lendo