Interessados na gestão do Maracanã não creem em processo rápido de licitação



Interessados em gerir o Maracanã após a saída da Odebrecht não acreditam em solução rápida para o processo de saída da atual concessionária. Eles trabalham internamente com o prazo de a nova licitação ser lançada pelo Governo do Rio apenas em março, com definição do novo concessionário do complexo para o início do segundo semestre de 2017.

Enquanto isso, Flamengo e Fluminense vão apostar em aditivos contratuais com a atual gestão. Expirado o prazo de 30 de outubro previsto no contrato com o Comitê Rio-2016, o Maracanã não voltará imediatamente à Concessionária, já que o Governo do Rio precisará de um tempo para fazer uma conferência das instalações para ver se elas estão da mesma forma que foram entregues em março.



MaisRecentes

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo

Ferj se surpreende com informalidade da prefeitura do Rio de Janeiro



Continue Lendo

Elenco do Palmeiras pede por Deyverson, Felipão dá chance, mas diretoria quer negociá-lo



Continue Lendo