Interessados na gestão do Maracanã não creem em processo rápido de licitação



Interessados em gerir o Maracanã após a saída da Odebrecht não acreditam em solução rápida para o processo de saída da atual concessionária. Eles trabalham internamente com o prazo de a nova licitação ser lançada pelo Governo do Rio apenas em março, com definição do novo concessionário do complexo para o início do segundo semestre de 2017.

Enquanto isso, Flamengo e Fluminense vão apostar em aditivos contratuais com a atual gestão. Expirado o prazo de 30 de outubro previsto no contrato com o Comitê Rio-2016, o Maracanã não voltará imediatamente à Concessionária, já que o Governo do Rio precisará de um tempo para fazer uma conferência das instalações para ver se elas estão da mesma forma que foram entregues em março.



  • Mustafá

    Simples, se Flamengo e Fluminense querem o Maracanã, é só esses dois clubes pagarem 1,5 bilhão, que é o valor da construção, dinheiro público, pago pelo contribuinte.
    Dá um prazo de 20 anos para eles pagarem (com juros) e encerra logo essa história.

    • MENGAO .

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk … kkkkkkkkkkkkkkkkkk .. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk 1,5 BILHÃO é esmola p o MENGÕ

MaisRecentes

STJD nega pedido do Vasco de efeito suspensivo em perdas de mando



Continue Lendo

Técnicos articulam pela redução de demissões no Brasil. Alguns cogitam até ‘boicote’



Continue Lendo

Dirigente do Flu reconhece excesso de jovens no elenco: ‘Ideal é ter mescla’



Continue Lendo