Opositor de Peter não participa de julgamento do Fluminense no STJD



Possível candidato à presidência do Fluminense, Cacá Cardoso, que aliou-se a Pedro Trengrouse e ainda não anunciou se será o nome principal da chapa, preferiu não participar do julgamento o STJD envolvendo o presidente Peter Siemsen, o técnico Levir Culpi, além dos jogadores Marquinho e Cícero. Como o processo caiu para a 1ª Comissão Disciplinar, na qual Cacá é auditor, ele se declarou impedido de votar por causa da relação com o clube e o contexto político atual.

Todos os réus foram absolvidos, com exceção a Levir Culpi, que levou uma advertência. A defesa do Flu pela primeira vez não foi feita por representante do escritório de Mário Bittencourt, que também é candidato. Defendidos, por Pedro Maurity, eles foram denunciados por causa das declaração pós-eliminação diante do Corinthians na Copa do Brasil. Nesta semana, a chapa de Cacá e Trengrouse pretende anunciar quem será o candidato no pleito do Flu.



MaisRecentes

Se não ficar no Vasco, prioridade de Nenê é negócio no exterior



Continue Lendo

Após sucesso com Corinthians, idealizadores de game negociam com novos clubes



Continue Lendo

STJ nega recurso da CBF para não pagar imposto por avião



Continue Lendo