Federações agora precisam informar a CBF sobre como gastam ‘mesada’



As Federações passaram a ter informar a CBF a respeito do destino da “mesada” de R$ 75 mil mensais que a entidade envia às filiadas para auxiliar nos custos. O dia 20 de cada mês é a data limite para o envio de uma planilha que justifique o montante enviado. No entanto, notas fiscais não são necessariamente exigidas, mas a CBF já avisou que tem a prerrogativa de solicitá-las, caso entenda ser preciso. Se não houver retorno das federações, o benefício fica automaticamente suspenso a partir do mês seguinte.

O pedido de informações começou em julho e é uma forma, ainda que superficial, de a CBF saber como a verba está sendo gasta. As Federações têm a orientação de não gastar o dinheiro com compra de material para fazer barganha política. O valor de R$ 75 mil é pouco para a maioria, mas há entidades com poucos funcionários e onde o dinheiro sobra. Então, a planilha é para ao menos dar um sinal do destino da verba. No balanço de 2015, a CBF disse ter gasto R$ 19,5 milhões como “contribuição ao fomento do futebol nos estados”.



MaisRecentes

Rodrigo Caetano surge como opção caso Alexandre Mattos deixe o Palmeiras



Continue Lendo

Caso vire empresa, investidores podem quitar dívida do Botafogo em até cinco anos



Continue Lendo

Conselheiros do Vasco vão pedir explicação formal a Campello sobre recusa a novos sócios



Continue Lendo