Federações agora precisam informar a CBF sobre como gastam ‘mesada’



As Federações passaram a ter informar a CBF a respeito do destino da “mesada” de R$ 75 mil mensais que a entidade envia às filiadas para auxiliar nos custos. O dia 20 de cada mês é a data limite para o envio de uma planilha que justifique o montante enviado. No entanto, notas fiscais não são necessariamente exigidas, mas a CBF já avisou que tem a prerrogativa de solicitá-las, caso entenda ser preciso. Se não houver retorno das federações, o benefício fica automaticamente suspenso a partir do mês seguinte.

O pedido de informações começou em julho e é uma forma, ainda que superficial, de a CBF saber como a verba está sendo gasta. As Federações têm a orientação de não gastar o dinheiro com compra de material para fazer barganha política. O valor de R$ 75 mil é pouco para a maioria, mas há entidades com poucos funcionários e onde o dinheiro sobra. Então, a planilha é para ao menos dar um sinal do destino da verba. No balanço de 2015, a CBF disse ter gasto R$ 19,5 milhões como “contribuição ao fomento do futebol nos estados”.



MaisRecentes

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo

Ferj se surpreende com informalidade da prefeitura do Rio de Janeiro



Continue Lendo

Elenco do Palmeiras pede por Deyverson, Felipão dá chance, mas diretoria quer negociá-lo



Continue Lendo