São Paulo corre risco de debandada na diretoria após saída de vice-presidente



A oficialização da saída de Roberto Natel da vice-presidência do São Paulo pode gerar uma debandada da diretoria são-paulina. Apesar da decisão de Natel ter sido pessoal, outros dirigentes que também fazem parte de seu grupo político, o Legenda, podem seguir o mesmo caminho.

Esses são os casos dos vice-presidentes de Esportes Amadores, Carlos Henrique Sadi, e de Patrimônio, Elias Albarello, e de outros dois diretores. Uma reunião irá definir se os dirigentes seguem ou não na diretoria do clube.

O fato da saída de Natel ter sido uma decisão pessoal foi citada por Carlos Henrique Sadi para evitar seguir o mesmo caminho antes da definição de seu grupo político. “O cargo é do partido, não é meu. Até segunda ordem eu permaneço na diretoria”, comentou o vice de Esportes Amadores do São Paulo.



MaisRecentes

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo

Ferj se surpreende com informalidade da prefeitura do Rio de Janeiro



Continue Lendo

Elenco do Palmeiras pede por Deyverson, Felipão dá chance, mas diretoria quer negociá-lo



Continue Lendo