Ferj dá licença provisória a clube de refugiados haitianos



A Ferj decretou ontem, em caráter provisório, a filiação do time Pérolas Negras, apoiado pela ONG Viva Rio, formado por jogadores vindos do Haiti. A entidade já tinha determinado que não consideraria como estrangeiros atletas refugiados no país, justamente com o intuito de viabilizar a atuação do clube em competições estaduais. O prazo da filiação não será superior a dois anos, caso o clube não cumpra as obrigações financeiras e burocráticas do processo.



MaisRecentes

Agência irá recorrer de decisão que tirou campanha do Flamengo do ar



Continue Lendo

CBF manda representante para Salvador para acompanhar arbitragem da final da Copa do Nordeste



Continue Lendo

Sindicato cria norma para repassar direito de arena a atletas em até 5 anos



Continue Lendo