STJD tem sessão agitada e com ‘chicotada’ em dirigente



A sessão desta quarta-feira da 3ª Comissão Disciplinar do STJD foi “animada”. Debates e discussões foram intensos, com direito a aumento no tom.

O episódio mais marcante foi logo no primeiro processo da pauta. Tudo porque o diretor jurídico da Chapecoense, Luis Sérgio Grochot, não se apresentou como tal, dizendo que era prestador de serviços de segurança. Mas o procurador fez rápida busca na internet e desmascarou o dirigente.

Os auditores “desceram o chicote” no diretor do clube. O advogado Martinho Miranda ouvia constrangido. A Chape acabou perdendo dois mandos de campo .

Teve ainda debates acalorados em processos seguintes, como entre o advogado Osvaldo Sestário e o auditor Jurandir Ramos e também entre o auditor Otacílio Araújo e o advogado do Santos, Marcio Andraus.



MaisRecentes

Flamengo projeta receita de mais de R$ 40 milhões com sócio-torcedor em 2017



Continue Lendo

Clubes dão aval à CBF para negociar direitos internacionais do Brasileirão



Continue Lendo

Câmara quer debater investimentos da Caixa no futebol



Continue Lendo