‘Não dá para mensurar’, diz CEO da Florida Cup sobre atuação na China



A entrada da Florida Cup no mercado chinês através da participação do Shanghai SIPG na edição de 2017 do torneio tem criado grande expectativa nos organizadores em relação aos números envolvendo a competição.

Questionado sobre os resultados das primeiras edições, o CEO da Florida Cup, Ricardo Villar, citou como exemplo o retorno de mídia obtido pela competição, que passou de US$ 18 milhões, em 2015, para US$ 61 milhões (cerca de R$ 200 milhões) na edição deste ano.

Já sobre a competição do ano que vem, o executivo aponta crescimento até pelo aumento de participantes no torneio, mas preferiu não fazer projeções.

– O potencial é muito grande, mas não dá para mensurar atuando pela primeira vez no mercado asiático. O futebol tem crescido muito na China e a nossa expectativa é muito grande – comentou Villar.



MaisRecentes

Além da Copa Intercontinental, Fifa vai discutir legado da Copa-2014



Continue Lendo

Bandeira vê ‘afinação’ como novo vice de futebol do Flamengo



Continue Lendo

Presidente da Federação Paulista lamenta calendário apertado em 2018



Continue Lendo