‘Não dá para mensurar’, diz CEO da Florida Cup sobre atuação na China



A entrada da Florida Cup no mercado chinês através da participação do Shanghai SIPG na edição de 2017 do torneio tem criado grande expectativa nos organizadores em relação aos números envolvendo a competição.

Questionado sobre os resultados das primeiras edições, o CEO da Florida Cup, Ricardo Villar, citou como exemplo o retorno de mídia obtido pela competição, que passou de US$ 18 milhões, em 2015, para US$ 61 milhões (cerca de R$ 200 milhões) na edição deste ano.

Já sobre a competição do ano que vem, o executivo aponta crescimento até pelo aumento de participantes no torneio, mas preferiu não fazer projeções.

– O potencial é muito grande, mas não dá para mensurar atuando pela primeira vez no mercado asiático. O futebol tem crescido muito na China e a nossa expectativa é muito grande – comentou Villar.



MaisRecentes

Crise política breca MP que isenta atletas de cobrança previdenciária



Continue Lendo

Romário enviará relatório da CPI do Futebol ao Ministério Público da Espanha



Continue Lendo

Federação Paulista nomeia empresário como vice-presidente



Continue Lendo