Deputados irão à sede da CBF por participação dos clubes nas assembleias administrativas



Uma comitiva formada por seis deputados visitará a sede da CBF na segunda quinzena de outubro. A iniciativa dos parlamentares visa acabar com a polêmica em relação à participação dos clubes das Séries A e B nas assembleias administrativas da entidade que comanda o futebol, conforme consta na Lei do Profut.

– A Comissão do Esporte será uma intermediadora dessa e de outras questões pendentes – afirmou o deputado César Halum (PRB-TO).

Em audiência pública realizada nesta terça-feira, em Brasília, a participação dos clubes nas assembleias da CBF foi tema de debate entre os parlamentares.

– Está claro que as agremiações devem estar lá. Eu respeito diferentes interpretações do texto mas a lei é clara. Enquanto ela estiver em vigor ela tem que ser cumprida – comentou o deputado Otávio Leite (PSDB-RJ), que foi o relator do Profut durante o trâmite do texto no Congresso.

– Eu sou contra a intervenção estatal no esporte naquilo que não seja competência do governo – rebateu o deputado Vicente Cândido (PT-SP), que também é diretor de assuntos internacionais da CBF.

Desde que a lei entrou em vigor, a entidade já realizou duas reuniões sem ter convidado representantes dos clubes. Por conta do veto, dirigentes de cerca de 30 clubes assinaram uma carta enviada ao presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, solicitando a inclusão dos clubes nas assembleias. A entidade, entretanto, não se posicionou sobre a solicitação e os clubes não descartam entrar com uma ação judicial contra a CBF.



MaisRecentes

Rodrigo Caetano surge como opção caso Alexandre Mattos deixe o Palmeiras



Continue Lendo

Caso vire empresa, investidores podem quitar dívida do Botafogo em até cinco anos



Continue Lendo

Conselheiros do Vasco vão pedir explicação formal a Campello sobre recusa a novos sócios



Continue Lendo