Congresso irá pressionar CBF a adotar regras do Profut



A CBF sofrerá pressão dos deputados da Câmara para passar a adotar as normas sancionadas na Lei do Profut, no ano passado. Entre as medidas que a entidade tem desrespeitado estão o veto à participação de representantes dos clubes das Séries A e B do Brasileiro em suas assembleias administrativas e a exigência da apresentação da CND por parte dos clubes para poderem participar das competições.

Em relação às assembleias, os clubes não descartam entrar com uma ação contra a CBF.

A primeira iniciativa do Congresso em relação à adoção das medidas do Profut pela CBF ocorre nesta terça-feira, quando ocorrerá uma audiência pública realizada pela Comissão de Esporte da Câmara. Flamengo, São Paulo, Grêmio e Inter confirmaram participação no encontro.

– Quem pensou que iria passar em branco está redondamente enganado – afirmou o deputado Otávio Leite (PSDB-RJ), relator do Profut e autor da solicitação da audiência junto a César Halum (PRB-TO).

Além dos clubes, também deve participar da audiência pública o secretário Gustavo Perrella, da Secretaria Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor do Ministério do Esporte.

Já a CBF foi convidada para o debate mas não se manifestou até a tarde de ontem.



MaisRecentes

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo

Ferj se surpreende com informalidade da prefeitura do Rio de Janeiro



Continue Lendo

Elenco do Palmeiras pede por Deyverson, Felipão dá chance, mas diretoria quer negociá-lo



Continue Lendo