Situação financeira deixou de preocupar, diz diretor do Comitê Rio-2016



Menos de uma semana após afirmar que os Jogos Olímpicos poderia ter “cortes de gastos em tudo” por conta do orçamento apertado, o diretor de comunicações do Comitê Rio-2016, Mário Andrada, se mostrou mais tranqüilo ao ser questionado sobre o assunto.

– A situação financeira do Comitê não é mais um limitante nos dias de hoje – afirmou ontem à coluna.

O comentário de Andrada deve-se ao repasse extra aos Jogos de R$ 270 milhões que foi divulgado, semana passada, pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. Desse total, o governo federal ficará responsável pelo repasse de R$ 120 milhões e o restante será bancado pela Prefeitura do Rio.

– Tudo preocupa pois o foco é ter os Jogos nas melhores condições – disse Andrada, sobre haver alguma área com atenção especial para melhorar.



MaisRecentes

Crise política breca MP que isenta atletas de cobrança previdenciária



Continue Lendo

Romário enviará relatório da CPI do Futebol ao Ministério Público da Espanha



Continue Lendo

Federação Paulista nomeia empresário como vice-presidente



Continue Lendo