Situação financeira deixou de preocupar, diz diretor do Comitê Rio-2016



Menos de uma semana após afirmar que os Jogos Olímpicos poderia ter “cortes de gastos em tudo” por conta do orçamento apertado, o diretor de comunicações do Comitê Rio-2016, Mário Andrada, se mostrou mais tranqüilo ao ser questionado sobre o assunto.

– A situação financeira do Comitê não é mais um limitante nos dias de hoje – afirmou ontem à coluna.

O comentário de Andrada deve-se ao repasse extra aos Jogos de R$ 270 milhões que foi divulgado, semana passada, pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. Desse total, o governo federal ficará responsável pelo repasse de R$ 120 milhões e o restante será bancado pela Prefeitura do Rio.

– Tudo preocupa pois o foco é ter os Jogos nas melhores condições – disse Andrada, sobre haver alguma área com atenção especial para melhorar.



MaisRecentes

Presidente da Federação Paulista lamenta calendário apertado em 2018



Continue Lendo

Brasileiro de Aspirantes terá ajuda de custo e passagens bancadas pela CBF



Continue Lendo

Galiotte e Modesto em clima de paz: ‘É um dos mais éticos’, elogia o santista



Continue Lendo