Comitê Rio-2016 ainda tem dúvidas sobre as medidas de segurança no acesso às instalações olímpicas



O Comitê Rio-2016 ainda tem dúvidas quanto as ações de segurança adotadas na entrada das instalações olímpicas. A entidade ainda não sabe o grau que será adotado pelos oficiais nas revistas que serão realizadas no acesso aos locais de competições.

– Se a segurança for muito rigorosa, há filas muito longas no acesso. E se faz muito relaxado, não há segurança. Tem que encontrar um equilíbrio e isso só será possível no sábado quando vamos receber 140 mil pessoas – apontou Sidney Levy, diretor-geral do Comitê Rio-2016.

O comentário de Levy ocorreu ao incluir a segurança entre os três principais problemas que a Rio-2016 tem enfrentado na última semana antes dos Jogos. Os outros são transporte e imprevistos como os ocorridos na Vila Olímpica. Antes mesmo do início do evento, a entrada de acesso da imprensa ao Parque Olímpico teve filas de até 30 minutos ao longo desta semana

O problema no acesso às instalações olímpicas também foi comentado pelo presidente do COB e do Comitê Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman.

– Tem gente que passou esses problemas de segurança debaixo de neve, chuva, frio e todo mundo entendeu – disse Nuzman, comparando o ocorrido na Olimpíada do Rio com outras sedes olímpicas.



MaisRecentes

Melhor da Série A, árbitro da final do Paulista apitou poucos jogos de grandes



Continue Lendo

Ibope da final da Superliga agrada CBV



Continue Lendo

Além da França, CBF conversa com Rússia por amistoso da Seleção



Continue Lendo