Comitê Rio-2016 ainda tem dúvidas sobre as medidas de segurança no acesso às instalações olímpicas



O Comitê Rio-2016 ainda tem dúvidas quanto as ações de segurança adotadas na entrada das instalações olímpicas. A entidade ainda não sabe o grau que será adotado pelos oficiais nas revistas que serão realizadas no acesso aos locais de competições.

– Se a segurança for muito rigorosa, há filas muito longas no acesso. E se faz muito relaxado, não há segurança. Tem que encontrar um equilíbrio e isso só será possível no sábado quando vamos receber 140 mil pessoas – apontou Sidney Levy, diretor-geral do Comitê Rio-2016.

O comentário de Levy ocorreu ao incluir a segurança entre os três principais problemas que a Rio-2016 tem enfrentado na última semana antes dos Jogos. Os outros são transporte e imprevistos como os ocorridos na Vila Olímpica. Antes mesmo do início do evento, a entrada de acesso da imprensa ao Parque Olímpico teve filas de até 30 minutos ao longo desta semana

O problema no acesso às instalações olímpicas também foi comentado pelo presidente do COB e do Comitê Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman.

– Tem gente que passou esses problemas de segurança debaixo de neve, chuva, frio e todo mundo entendeu – disse Nuzman, comparando o ocorrido na Olimpíada do Rio com outras sedes olímpicas.



MaisRecentes

Ana Paula Oliveira vê árbitro de vídeo como ajuda e confia em bom treinamento



Continue Lendo

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo