Comitê Rio-2016 ainda sonha com patrocínio de estatal para não estourar orçamento



A apenas um dia da abertura oficial dos Jogos Olímpicos, o Comitê Rio-2016 ainda tem esperança de fechar um patrocínio com uma empresa estatal. O acordo aliviaria a pressão nas finanças da entidade após os gastos extras realizados por conta dos vários problemas ocorridos nos últimos dias, como os reparos na Vila Olímpica.

– A melhor saída é obter recursos vindos da esfera pública com patrocínio de estatais que possam ganhar com a imagem do Brasil no exterior – afirmou Mário Andrada, diretor do Comitê.

O executivo do Comitê Rio-2016 afirmou que negociações são “constantes” e citou a Embratur e a Apex-Brasil (agência de exportação do governo) como exemplos de estatais que poderiam ter interesse em patrocinar os Jogos.

– Tecnicamente é possível mas não sabemos ainda se vai dar tempo. Mas não podemos desistir e deixar contas para a sociedade pública pagar. São desafios enormes e temos que ir para cima deles – acrescentou Andrada, que por outro lado descartou um acordo com a Petrobras, cujo acerto de patrocínio esteve próximo até o início deste ano.

Por conta dos problemas ocorridos na organização dos Jogos Olímpicos nos últimos dias, como os reparos na Vila Olímpica e com a segurança do evento, o Comitê Rio-2016 teve gastos que não estavam previstos sendo obrigado até a reduzir custos de outras áreas para não estourar o orçamento (leia mais aqui).

– Não podemos ter medo de assumir que vamos cortar gastos para ter um orçamento equilibrado. A sociedade espera da gente um bom senso e uma economia para não deixar contas para ela pagar – completou Andrada, que não soube dizer o valor dos custos a mais que o Comitê Rio-2016 teve com os imprevistos ocorridos nos últimos dias.



MaisRecentes

‘Serão 6,5 mil testes este ano’, diz presidente da comissão antidoping da CBF



Continue Lendo

Tícket médio dos jogos do Brasileirão-2016 teve queda de 10%, aponta estudo



Continue Lendo

ABCD crê em recredenciamento junto à Wada até abril



Continue Lendo