Após audiência, CBF pode fazer ‘ajustes’ em jogos às 11 horas



A realização dos jogos de futebol às 11 horas foi tema de audiência, ontem, em Natal, onde uma liminar impede que os times locais atuem nesse horário. Envolvendo representantes da CBF, do Ministério Público do Trabalho (MPT) e de entidades que representam os atletas, as partes não chegaram a um acordo.

Dessa forma, o procurador do MPT, Dr. José Diniz de Moraes, fará uma proposta com ajustes para partidas no horário tendo como base as considerações técnicas e médicas feitas por Jorge Pagura, presidente da comissão de médicos de futebol, que foi testemunha da CBF.

A juíza do caso, Dr. Marcella Alves de Vilar, propôs um acordo entre as partes até a data da próxima reunião, marcada para setembro. Caso contrário, o caso irá a julgamento.

Representando a CBF, o presidente da federação local, José Vanildo, defendeu a realização de jogos às 11 horas.

– O número de incidentes ocorridos são insignificantes – comentou o dirigente potiguar.



  • Luiz Gustavo Da Costa Calixto

    decadência, jogos às 11 hs, Sábados a noite, Segunda-Feiras a noite, por isto, nosso futebol, é fim de feira, piada grande e pura palhaçada, curto futebol, desde muito criança, nunca ví, no futebol, essa vergonha, bem amadora e retrógada, como anda nosso futebol,…

MaisRecentes

Diretor de ética da CBF vê ‘desconfiança natural’ sobre novo código, mas aposta no tempo



Continue Lendo

Clubes já pagaram mais de R$ 3 milhões de aluguel pelo Maracanã em 2017



Continue Lendo

Ferj tem contas aprovadas em assembleia sem Fla e Flu



Continue Lendo