Fluminense também não vai a encontro da Liga Sul-Americana, mas envia apoio



O Fluminense foi mais um clube brasileiro que não viajou a Montevidéu, no Uruguai, para a reunião que pode sacramentar o pontapé inicial da Liga Sul-Americana de clubes.

O Tricolor, no entanto, enviou uma carta de apoio ao bloco, apesar de ter se ausentado.

A razão foi a necessidade de ter “força máxima” no último dia de janela internacional, já que há demanda para registro e transferência de jogadores.

Sendo assim, apenas o Flamengo entre os clubes do Rio foi ao encontro. Vasco e Botafogo já tinham avisado que não iriam. Os clubes paulistas foram os primeiros a “pularem fora” da reunião, após persuasão de Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista, diretor da CBF e com cargo na Conmebol.



  • fidutifo

    Pra que ir la? Para ser coadjuvante? Deixar os hispanos ditar as normas? O quarteto hispano argentinos-uruguaios-chilenos-e-paraguaios mandam na Conmebol e o grupelho faz jogo contra o Brasil. Times brasileiros devem afastar deste antro de hispanos.

    • Ciro Pellegrini

      Nada a ver. Esta é uma liga independente.

    • André Pereira

      e a libertadores?

MaisRecentes

Nova dona do Maracanã terá que investir mais de R$ 200 milhões



Continue Lendo

Governo perdoa mais de R$ 1 bilhão em dívidas fiscais com Profut



Continue Lendo

Votação da Lei Geral do Futebol é adiada na Câmara



Continue Lendo