Fluminense também não vai a encontro da Liga Sul-Americana, mas envia apoio



O Fluminense foi mais um clube brasileiro que não viajou a Montevidéu, no Uruguai, para a reunião que pode sacramentar o pontapé inicial da Liga Sul-Americana de clubes.

O Tricolor, no entanto, enviou uma carta de apoio ao bloco, apesar de ter se ausentado.

A razão foi a necessidade de ter “força máxima” no último dia de janela internacional, já que há demanda para registro e transferência de jogadores.

Sendo assim, apenas o Flamengo entre os clubes do Rio foi ao encontro. Vasco e Botafogo já tinham avisado que não iriam. Os clubes paulistas foram os primeiros a “pularem fora” da reunião, após persuasão de Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista, diretor da CBF e com cargo na Conmebol.



MaisRecentes

Clube da China deve fazer proposta ao Palmeiras para contratar Deyverson



Continue Lendo

Bittencourt é o primeiro presidente do Fluminense a apresentar dirigentes da base em Xerém



Continue Lendo

Pela primeira vez, desde que assumiu a CBF, Rogério Caboclo participará de um programa ao vivo



Continue Lendo