Com jogo no Cearense sob suspeita, dirigente busca informações sobre manipulação de resultados no futebol



O presidente da Federação Cearense de Futebol (FCF), Mauro Carmélio, esteve no início desta semana na sede da Federação Paulista Futebol (FPF) para obter informações sobre a operação “Game Over” da Polícia Civil contra manipulação de resultados. A preocupação do dirigente tem seus motivos: um jogo do Cearense deste ano é um dos jogos investigados na operação. A partida em questão foi a goleada por 4 a 0 do Itapipoca sobre o Icasa, que ocorreu no último dia 25 de março.

– Fui tomar conhecimento do caso e vi que o trabalho está bem adiantado sob o comando firme do Ministério Público –  comentou Carmélio, sobre a visita à sede da FPF.

Na semana passada, assim que foi divulgado que o jogo do Cearense estava entre os suspeitos de manipulação de resultados, a entidade cearense afirmou em nota que “aguarda o desfecho das investigações para depois adotar as medidas cabíveis”.

No início deste mês, a Polícia Civil prendeu sete pessoas pessoas envolvidas em esquema de manipulação de resultados no futebol brasileiro. A fraude visava beneficiar apostadores asiáticos.

 



MaisRecentes

Crise política breca MP que isenta atletas de cobrança previdenciária



Continue Lendo

Romário enviará relatório da CPI do Futebol ao Ministério Público da Espanha



Continue Lendo

Federação Paulista nomeia empresário como vice-presidente



Continue Lendo