Lei do Antidoping é aprovada no Senado e tem até o dia 14 para ser sancionada



O Senado aprovou na noite desta quarta-feira a Medida Provisória (MP) que atualiza a legislação brasileira de acordo com as exigências da agência mundial antidoping (Wada). Entre as mudanças, está a criação do Tribunal de Justiça Desportiva Antidoping (TJDA) para unificar os julgamentos dos casos de doping de todas as modalidades olímpicas. Com a aprovação do Congresso, a Lei do Antidoping irá para sanção do presidente interino Michel Temer, que tem até o próximo dia 14 para assinar o documento para que a MP não perca a validade.

Além da criação do TJDA, a nova lei impõe que a Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), que é ligado ao Ministério do Esporte, seja o único órgão responsável pelas ações antidoping no Brasil.

Além de pontos envolvendo o controle de dopagem no país, o documento inclui medidas voltadas para a realização dos Jogos Rio-2016. Entre elas está o benefício tributário para embarcações que serão utilizadas como hospedagens no Rio de Janeiro que serão enquadradas como um navio estrangeiro em viagem de cruzeiro pela costa do país.



MaisRecentes

STJD nega pedido do Vasco de efeito suspensivo em perdas de mando



Continue Lendo

Técnicos articulam pela redução de demissões no Brasil. Alguns cogitam até ‘boicote’



Continue Lendo

Dirigente do Flu reconhece excesso de jovens no elenco: ‘Ideal é ter mescla’



Continue Lendo