Problemas com Dryworld e salário mais baixo levaram diretor do Fluminense de volta ao Cruzeiro



Após um ano no Fluminense, o diretor de marketing Marcone Barbosa deixou as Laranjeiras para voltar a trabalhar no Cruzeiro, clube onde iniciou a carreira tendo atuado na área de marketing entre 2009 e 2015. Os motivos alegados para o retorno foram a dificuldade de adaptação ao Rio de Janeiro e a distância da família.

Entretanto, segundo informações da coluna, sua saída do Tricolor carioca já era cogitada por conta dos problemas do clube com a fornecedora de material esportivo canadense Dryworld. Iniciada em janeiro, a parceria rendeu muitas reclamações ao departamento de marketing do Fluminense pela demora em resolver os equívocos da empresa, entre eles os problemas na distribuição de produtos do time e o atraso no pagamento.

Já nas negociações com o Cruzeiro, Barbosa facilitou ao máximo sua volta a Belo Horizonte, tanto que irá receber no clube mineiro praticamente a metade do salário que recebia nas Laranjeiras.

Na última quinta-feira, dia 30, o então diretor de marketing do Fluminense negou à coluna que estivesse negociando sua volta para o clube mineiro.



  • MAXMILIANO

    ESSA DRYWORLD FOI UMA FURADA DANADA.

    • Penisvaldo Padília

      MAs a Adidas pagava uma mixaria embora em dia. Flu ameaçou sair e eles nem se coçaram em dar aumento, aí fica difícil.

  • Gilson j.c

    foi um tiro que saiu pela culatra a troca de fornecedora, porquê será que não temos um patrocínio master?

    • Penisvaldo Padília

      Por que ninguém está conseguindo um patrocinador. Estamos em crise no país sabia? Futebol é a última coisa no mundo que um empresa quer investir dinheiro.

      • Gilson j.c

        a crise parece muito maior quando o clube envolvido é o fluminense, o corinthias já tem patrocínio master e esta praticamente certo com um outro patrocínio, falta é habilidade aos nossos dirigentes, até o vasco tem .

        • Penisvaldo Padília

          O Vasco tem da Caixa, por que foi renovado. Ela não está fazendo novo com ninguém. Não seja megalomaníaco. O Corinthians tem muito mais exposição que o Fluminense. Esta comparação é no mínimo é descabida.

          • Gilson j.c

            não sou megalomaníaco, apenas expressei minha opinião e o meu descontentamento por nos faltar um bom patrocínio, aprenda a respeitar as opiniões das pessoas.

          • Penisvaldo Padília

            Não desrespeitei sua opinião. Apenas fundamentando que dentro do clube tem profissionais regiamente pagos para exercer esta função de captação de recursos. Não cabe a nós, torcedores e amadores, nesta área. Julgar de uma maneira simplista que estão parados e acomodados. Como se fosse fácil arranjar patrocinadores a um simples estalo de dedos. Embora seja eu um tricolor fanático. Se fosse dono de uma empresa visando exposição e principalmente lucros. Em mesmas condições. Evidentemente apostaria minhas fichas num time com muito mais torcedores e com um potencial infinitamente maior de consumo do que meu time de coração. Isto não é questão de torcer mais ou menos pelo time de coração. Mas de retorno financeiro. Fato.

          • Gilson j.c

            sei que não é fácil companheiro,sei também o quão leigo eu sou no assunto,porém acho que seria vital para os cofres do clube se houvesse um bom patrocínio, nos cabe irmos aos jogos e apoiarmos a equipe.

          • Penisvaldo Padília

            Estou longe não posso ir aos jogos mas acompanho pelo Premiar. Sou chefe de torcida aqui em São Pedro do Cajado Grande.

  • Norma

    Vai tarde…furada mesmo, deve ter sido boa a propina (comissão)

  • Braz José Freitas

    Deveria ter levado os outros diretores ju to.

  • Alison Silva Paixão

    Vai voltar pra serie c!depois que a unimed saiu isso será questão de tempo!kkkk

MaisRecentes

Romário quer que presidente de órgão do legado olímpico passe por sabatina no Senado



Continue Lendo

COB mantém uniformes da Nike mesmo sem contrato



Continue Lendo

Clubes citam preocupação com uso de vídeo sem testes na Libertadores



Continue Lendo