Libertadores não terá árbitros brasileiros nas semifinais, que serão sob novas regras



A Conmebol já avisou que as novas regras aprovadas pela Fifa serão aplicadas na arbitragem a partir das semifinais da Libertadores. Instrutor da Fifa, o uruguaio Jorge Larrionda contou à coluna que as associações nacionais têm a responsabilidade de passar aos respectivos árbitros as mudanças, mas a Conmebol designou assessores especiais para “suporte adicional”. Além disso, alguns já participaram do treinamento feito visando à Copa América.

Nas quatro partidas pelas semifinais, nenhum árbitro brasileiro foi escalado. O argentino Mauro Vigliano e o Chileno Patricio Polic apitarão os jogos de ida e volta, respectivamente, do São Paulo. “Tratamos de dar a cada árbitro o que ele merece, segundo suas atuações, dentro do possível”, comentou Larrionda, que estará em São Paulo para o jogo de ida do Tricolor do Morumbi, sobre os critérios de escolha.



  • fidutifo

    E sempre assim com a Conmebol, vantagem dada aos membros do quarteto hispano: argentinos-uruguaios-chilenos-e-paraguaios. Como nos, brasileiros, não temos nenhuma influencia na organização hispana, sempre temos de jogar em desvantagem, com o risco de erros de juízes prejudicando os times brasileiros. Esta na hora de ou batermos o martelo e nos impor neste antro de hispanos ou postular a participação brasileira em outra organização como por exemplo a da Europa, como o fez Israel frente a hostilidade dos países árabes. Deixemos este antro hispano aos hispanos.

  • ANTONIO100%VERDE

    Eu acho até bom, nossos árbitros são desonestos, ou ruis demais…só serviria para nos fazer passar vergonha…

MaisRecentes

Flamengo terá superávit de R$ 146 milhões em 2016, aponta banco



Continue Lendo

Grupo francês promete investir R$ 9 milhões na cobertura do Maracanã



Continue Lendo

Ação contra Profut no STF terá relatoria de Alexandre de Moraes



Continue Lendo