Presos na maior operação contra torcidas organizadas estão em liberdade, mas sem jogos de futebol



Em meados de abril, 27 torcedores de Corinthians e Palmeiras foram presos na maior operação já realizada pelos órgãos de segurança contra torcidas organizadas. Segundo o promotor de justiça do Ministério Público, Paulo Castilho, os detidos ficaram 45 dias presos e desde então têm que comparecer a uma delegacia no horário das partidas.

Ainda de acordo com o promotor, os detidos na operação estão em “liberdade condicionada cautelar” e podem voltar para a cadeia em qualquer novo deslize.

– Todos os 27 torcedores presos estão comparecendo às unidades nos dias de jogos e não faltaram nenhum dia pois sabem que podem perder a liberdade – disse Castilho, durante audiência pública que debateu a medida de torcida única nos clássicos paulistas.



  • SCCP

    Deveriam estar excluídos da sociedade

  • Fortuna

    Como sempre os bandidos do CÚrintia e Parmerda !!!

    • CHORA GAMBAZIMMM

      Ta falando oque carioca favelado????
      Tu gica na linga vermelha fazrndo arrastão e depous vem falar asneira aqui

    • PODEROSO SCCP

      Chupaaaaa. Comenta agora mulambo fdp

  • MALOQUEIRO

    LIXOS DO FUTEBOL

  • CABOCLO JIBOIUDU

    U TIMÃO TÁ GOLEANDU O menguinho.

  • Thiago

    Infelizmente isso é exceção no nosso país

MaisRecentes

Grupo francês promete investir R$ 9 milhões na cobertura do Maracanã



Continue Lendo

Ação contra Profut no STF terá relatoria de Alexandre de Moraes



Continue Lendo

CBF aprova novo estatuto, que aumenta poder de voto das federações



Continue Lendo