Presos na maior operação contra torcidas organizadas estão em liberdade, mas sem jogos de futebol



Em meados de abril, 27 torcedores de Corinthians e Palmeiras foram presos na maior operação já realizada pelos órgãos de segurança contra torcidas organizadas. Segundo o promotor de justiça do Ministério Público, Paulo Castilho, os detidos ficaram 45 dias presos e desde então têm que comparecer a uma delegacia no horário das partidas.

Ainda de acordo com o promotor, os detidos na operação estão em “liberdade condicionada cautelar” e podem voltar para a cadeia em qualquer novo deslize.

– Todos os 27 torcedores presos estão comparecendo às unidades nos dias de jogos e não faltaram nenhum dia pois sabem que podem perder a liberdade – disse Castilho, durante audiência pública que debateu a medida de torcida única nos clássicos paulistas.



  • SCCP

    Deveriam estar excluídos da sociedade

  • Fortuna

    Como sempre os bandidos do CÚrintia e Parmerda !!!

    • CHORA GAMBAZIMMM

      Ta falando oque carioca favelado????
      Tu gica na linga vermelha fazrndo arrastão e depous vem falar asneira aqui

    • PODEROSO SCCP

      Chupaaaaa. Comenta agora mulambo fdp

  • MALOQUEIRO

    LIXOS DO FUTEBOL

  • CABOCLO JIBOIUDU

    U TIMÃO TÁ GOLEANDU O menguinho.

  • Thiago

    Infelizmente isso é exceção no nosso país

MaisRecentes

Corte? Lucas Lima em pauta na reunião da comissão técnica da Seleção



Continue Lendo

Flamengo tem campanha de sócio-torcedor suspensa por órgão



Continue Lendo

Palmeiras e Chape levantam coro por transparência de tribunal em papo com a Conmebol



Continue Lendo