Votação que leva dirigentes da CBF à CPI é adiada pela segunda vez seguida



A sessão da CPI da Máfia do Futebol, na Câmara, que seria realizada nesta terça-feira, 28, foi cancelada por falta de quórum. Na pauta da reunião estava a votação de requerimentos que convoca dirigentes ligados à CBF  e também o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Entre os nomes ligados à entidade que comanda o futebol brasileiro estão os do presidente Marco Polo Del Nero, do diretor executivo Rogério Caboclo, e o do empresário Wagner Abrahão, dono da empresa que cuida da logística de viagens da CBF, o Grupo Águia.

Coincidência ou não, os mesmos requerimentos estavam na pauta da sessão da semana passada e também não foram votados por não ter número mínimo de deputados na sessão.



MaisRecentes

Ricardo Teixeira deu carona a presos no ‘caso Fifa’ em avião de R$ 40 milhões da CBF



Continue Lendo

Liga vê Copa do Nordeste com potencial para crescer e pagar mais aos clubes



Continue Lendo

Crise política breca MP que isenta atletas de cobrança previdenciária



Continue Lendo