São Paulo planeja ter código de ética até o fim do ano



Contratado pelo São Paulo para um cargo diretivo com o objetivo de estabelecer no Tricolor práticas de governança e transparência, o ex-secretário nacional de Futebol, Rogério Hamam, revelou que o planejamento do clube é ter um código de ética e outros dispositivos relacionados ao tema até o fim do ano. Segundo Hamam, a iniciativa não foi tomada apenas para evitar que situações protagonizadas pelo ex-presidente Carlos Miguel Aidar e a namorada dele Cinara Maturana, mas também para adotar práticas de mercado e sanar deficiências na gestão dos clubes identificadas por Hamam nos tempos em que trabalhava na articulação do Profut.

As conversas entre São Paulo e Rogério Hamam foram iniciadas logo depois que ele deixou a secretaria no Ministério do Esporte, em abril. Para assumir o cargo no Morumbi, entretanto, Hamam fez uma consulta ao Comitê de Ética do governo federal para saber se não haveria conflito de interesses em atuar no clube pouco tempo após deixar o cargo público.



MaisRecentes

Pela primeira vez, desde que assumiu a CBF, Rogério Caboclo participará de um programa ao vivo



Continue Lendo

Santos e FPF se unem em campanha por apoio ao futebol feminino no Brasil



Continue Lendo

Jogos da Série B1 do Carioca terão transmissão pela tv a cabo



Continue Lendo