Representação criminal contra Minas Arena é entregue à CPI da Máfia do Futebol



O deputado estadual mineiro Iran Barbosa encaminhou à CPI da Máfia do Futebol os documentos da representação criminal que fez ao Ministério Público de MG contra as empresas do consórcio Minas Arena por fraudes na gestão do Mineirão. O processo abrange fraudes de mais de R$ 35 milhões entre os anos de 2013 e 2014.

Em nota, a Minas Arena repudia as irregularidades apontadas pelo deputado e diz que todas as operações do Mineirão são auditadas por uma empresa independente contratada pelo governo do estado. O consórcio rebate ainda os valores citados pelo deputado na representação.



MaisRecentes

Atlético-MG ‘se livra’ dos boletos do Profut por seis anos



Continue Lendo

Audiência de Flamengo e Palmeiras na Libertadores deixa Globo satisfeita



Continue Lendo

Sandro Meira Ricci irá à Copa das Confederações como árbitro de vídeo



Continue Lendo