Após travar CPI no Senado, dirigentes ligados à CBF entram na mira de CPI na Câmara



A CPI da Máfia do Futebol, na Câmara, tenta hoje aprovar requerimentos para ouvir dirigentes ligados à CBF, entre eles o do presidente Marco Polo Del Nero. A iniciativa ocorre cerca de dois meses após a CPI no Senado, que também investiga crimes no futebol brasileiro, ser travada por manobra regimental para impedir o depoimento de representantes da entidade.

Questionado há duas semanas se tinha o receio de que parlamentares ligados à “bancada da bola” também atuasse para obstruir as investigações sobre a CBF na Câmara, o presidente da CPI da Máfia do Futebol, Laudívio Carvalho (SD-MG), disse que o trabalho “não terá nenhum tipo de interferência”.

– Não sei se há lobby, mas nunca fui abordado por ninguém para ajudar ou atrapalhar a Comissão – afirmou Carvalho à coluna.



MaisRecentes

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo

Botafogo deixa a Libertadores com R$ 13,4 milhões pela participação



Continue Lendo