Captação de verba pela Lei de Incentivo ao Esporte cai 2,3%



A captação de verba para projetos esportivos pela Lei de Incentivo ao Esporte atingiu um total de R$ 237,5 milhões ao longo de 2015. O valor sofreu queda de 2,3% em relação ao total captado em 2014, quando R$ 252,2 milhões foram obtidos através da norma. O total, entretanto, ficou bem abaixo do potencial, já que o governo disponibiliza anualmente cerca de R$ 400 milhões a projetos esportivos através de contribuições de imposto de renda devido de pessoas físicas e jurídicas.

Assim como em 2014, o BNDES e o Banco do Brasil lideraram entre as empresas que mais doaram verba em 2015 por meio da Lei de Incentivo com R$ 17,2 milhões e R$ 14,5 milhões, respectivamente. Bem atrás, com R$ 5,9 milhões, aparece a operadora de cartões Cielo, que pulou da 8ª para a 3ª posição no ranking. E das dez maiores doadoras, nove atuam no segmento financeiro. A única “intrusa” é a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineiração (CBMM), 5ª posição.

Já o projeto esportivo que mais captou verba pela lei foi o World Tour International, da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), que obteve R$ 7,7 milhões. Na sequência aparecem a Equipe Permanente de Canoagem Slalom em Foz do Iguaçu, com R$ 5,1 milhões captados pela Federação Paranaense de Canoagem, e a Night Run Twist, da Sociedade Cooperativa de Trabalho dos Atletas e Profissionais da Área do Esporte, com R$ 4,8 milhões.

Veja abaixo os rankings das empresas e projetos.

Nome                                             Valor doado (em R$ milhões)
BNDES                                                           17.2
BANCO DO BRASIL S.A.                            14.5
CIELO SA                                                         5.9
ITAU UNIBANCO SA                                    4.9
CBMM                                                               4.5
Bradesco Vida e Previdência S/A                4.3
REDECARD SA                                               3.8
BANCO BRADESCO BERJ S.A.                   3.6
BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA          3.0
BRASILPREV SEGUROS E PREV.              2.9


Projeto e entidades proponentes
World Tour Internacional
Confederação Brasileira de Voleibol
R$ 7.742.376,60

Equipe Permanente de Canoagem Slalom em Foz do Iguaçu
Federação Paranaense de Canoagem
R$ 5.136.810,18

Night Run Twist – Ano III
COOPER Sociedade Cooperativa de Trabalho dos Atletas e Profissionais da Área do Esporte
R$ 4.811.372,39

CIRCUITO DE CORRIDA E CAMINHADA DA LONGEVIDADE 2015 – INTERIOR
Instituto Internacional Correr Bem – Instituto IBC
R$ 4.577.151,03

Circuito Paratodos – Ano II
COOPER Sociedade Cooperativa de Trabalho dos Atletas e Profissionais da Área do Esporte
R$ 4.058.751,04

Ano VII Caravana do Esporte
INSTITUTO ESPORTE EDUCAÇÃO
R$ 3.319.926,54

ECP Olímpico Terrestres (V)
Esporte Clube Pinheiros
R$ 3.298.789,58

Circuito de Canoagem Oceânica e Va`a
Academia Brasileira de Canoagem
R$ 3.018.383,00

Eventos Internacionais de Judô 2016
CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE JUDÔ
R$ 2.864.713,17

TOUR DO RIO – 2015
INSTITUTO FAÇA ESPORTE E CULTURA
R$ 2.850.000,00



MaisRecentes

‘Com a crise, temos que fazer mais com menos’, diz executivo de marketing do COB



Continue Lendo

Romário quer que presidente de órgão do legado olímpico passe por sabatina no Senado



Continue Lendo

COB mantém uniformes da Nike mesmo sem contrato



Continue Lendo