Captação de verba pela Lei de Incentivo ao Esporte cai 2,3%



A captação de verba para projetos esportivos pela Lei de Incentivo ao Esporte atingiu um total de R$ 237,5 milhões ao longo de 2015. O valor sofreu queda de 2,3% em relação ao total captado em 2014, quando R$ 252,2 milhões foram obtidos através da norma. O total, entretanto, ficou bem abaixo do potencial, já que o governo disponibiliza anualmente cerca de R$ 400 milhões a projetos esportivos através de contribuições de imposto de renda devido de pessoas físicas e jurídicas.

Assim como em 2014, o BNDES e o Banco do Brasil lideraram entre as empresas que mais doaram verba em 2015 por meio da Lei de Incentivo com R$ 17,2 milhões e R$ 14,5 milhões, respectivamente. Bem atrás, com R$ 5,9 milhões, aparece a operadora de cartões Cielo, que pulou da 8ª para a 3ª posição no ranking. E das dez maiores doadoras, nove atuam no segmento financeiro. A única “intrusa” é a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineiração (CBMM), 5ª posição.

Já o projeto esportivo que mais captou verba pela lei foi o World Tour International, da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), que obteve R$ 7,7 milhões. Na sequência aparecem a Equipe Permanente de Canoagem Slalom em Foz do Iguaçu, com R$ 5,1 milhões captados pela Federação Paranaense de Canoagem, e a Night Run Twist, da Sociedade Cooperativa de Trabalho dos Atletas e Profissionais da Área do Esporte, com R$ 4,8 milhões.

Veja abaixo os rankings das empresas e projetos.

Nome                                             Valor doado (em R$ milhões)
BNDES                                                           17.2
BANCO DO BRASIL S.A.                            14.5
CIELO SA                                                         5.9
ITAU UNIBANCO SA                                    4.9
CBMM                                                               4.5
Bradesco Vida e Previdência S/A                4.3
REDECARD SA                                               3.8
BANCO BRADESCO BERJ S.A.                   3.6
BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA          3.0
BRASILPREV SEGUROS E PREV.              2.9


Projeto e entidades proponentes
World Tour Internacional
Confederação Brasileira de Voleibol
R$ 7.742.376,60

Equipe Permanente de Canoagem Slalom em Foz do Iguaçu
Federação Paranaense de Canoagem
R$ 5.136.810,18

Night Run Twist – Ano III
COOPER Sociedade Cooperativa de Trabalho dos Atletas e Profissionais da Área do Esporte
R$ 4.811.372,39

CIRCUITO DE CORRIDA E CAMINHADA DA LONGEVIDADE 2015 – INTERIOR
Instituto Internacional Correr Bem – Instituto IBC
R$ 4.577.151,03

Circuito Paratodos – Ano II
COOPER Sociedade Cooperativa de Trabalho dos Atletas e Profissionais da Área do Esporte
R$ 4.058.751,04

Ano VII Caravana do Esporte
INSTITUTO ESPORTE EDUCAÇÃO
R$ 3.319.926,54

ECP Olímpico Terrestres (V)
Esporte Clube Pinheiros
R$ 3.298.789,58

Circuito de Canoagem Oceânica e Va`a
Academia Brasileira de Canoagem
R$ 3.018.383,00

Eventos Internacionais de Judô 2016
CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE JUDÔ
R$ 2.864.713,17

TOUR DO RIO – 2015
INSTITUTO FAÇA ESPORTE E CULTURA
R$ 2.850.000,00



MaisRecentes

‘Serão 6,5 mil testes este ano’, diz presidente da comissão antidoping da CBF



Continue Lendo

Tícket médio dos jogos do Brasileirão-2016 teve queda de 10%, aponta estudo



Continue Lendo

ABCD crê em recredenciamento junto à Wada até abril



Continue Lendo