Relator de CPI irá propor lei mais rígida contra corrupção no futebol



Relator da CPI da Máfia do Futebol, o deputado federal Fernando Monteiro (PP-PE) diz que irá propor em seu relatório que a legislação brasileira seja mais rígidas para inibir a corrupção no futebol. Segundo ele, um dos problemas nas normas do país é que não é crime corrupção cometida entre entes privados, como é o caso da CBF.

– Esse é o legado que queremos deixar para o país. É o principal crime no esporte e aqui não existe – afirmou o deputado, durante sessão da Comissão instalada na Câmara para investigar irregularidades cometidas no futebol brasileiro.

O relator citou ainda o escândalo no futebol deflagrado pelo FBI em conjunto com a Justiça suíça para expor a necessidade de alterar a legislação brasileira.

– Por isso que essa operação contra corrupção no futebol foi feita nos EUA e na Suíça pois nesses países as leis abrangem entes privados – comentou o relator da CPI.



  • Marcel Zanini

    É deputado do PP, pode escrever ai com letras maiúsculas, é CORRUPTO com certeza.

  • Miguel Laskoski

    Se todos os corruptos, sejam corruptores e corrompidos do Brasil fossem pra cadeia, penso que quase metade da população do Brasil teria algum tipo de comprometimento. O governo é uma reprodução da nossa sociedade, como professor fico triste de ver algumas coisas no nosso País. Como exemplo até o Bolsa Família apresentou 1,09 milhões de fraudes com pessoas recebendo esse beneficio social sem terem direitos. O grande problema de nossa sociedade é que muitas pessoas pensam que ética é apenas para os outros, não se considerando responsáveis pelos problemas que temos no Brasil atualmente!

MaisRecentes

Com jovens em alta, CBF planeja negociação para liberar para a sub-17



Continue Lendo

STJD nega pedido do Vasco de efeito suspensivo em perdas de mando



Continue Lendo

Técnicos articulam pela redução de demissões no Brasil. Alguns cogitam até ‘boicote’



Continue Lendo