Exigência de CND no Brasileiro é assunto entre ministro e secretário-geral da CBF



O secretário-geral da CBF, Walter Fedlman, aproveitou a ida a Brasília para ter uma reunião durante a manhã desta terça-feira com o ministro do Esporte, Leonardo Picciani. Na pauta, entre outras coisas, o impasse gerado em torno da exigência prevista no Profut de apresentação de Certidões Negativas de Débito antes das competições.

Uma resolução do Conselho Nacional do Esporte deu prerrogativa às entidades de cobrar as CNDs só se estiver prevista em regulamento. Mas há quem interprete a lei de forma contrária, gerando uma certa insegurança jurídica à competição.

– Tem um erro enorme do governo anterior e do Profut, que leva agora a uma necessidade de revisão, porque senão o Campeonato Brasileiro pode ficar comprometido por falta de apresentação das certidões – disse Feldman, durante depoimento à CPI da Máfia do Futebol.

Picciani, em contrapartida, disse ao secretário-geral da CBF que o Ministério tomará as medidas necessárias para garantir o cumprimento da lei e as seguranças jurídicas, de modo que essas questões sejam esclarecidas e não gerem dúvidas.



MaisRecentes

Número de empresas na Lei de Incentivo ao Esporte cai pela metade



Continue Lendo

Classificações de Corinthians e Flamengo rendem recorde de audiência à Globo



Continue Lendo

Jogo no Maracanã está longe do radar do Flamengo



Continue Lendo