Federação do DF ofereceu desconto para jogos em Brasília, mas acordo não vingou



Como o Mané Garrincha continua sendo destino recorrente dos jogos dos clubes cariocas, o presidente da Federação do Distrito Federal, Erivaldo Alves, chegou a fazer uma oferta em reunião com a presença do presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, no início da temporada, para que a entidade só ficasse com 3% da receita bruta das partidas, caso o Rubro-Negro fechasse um pacotão de jogos em Brasília. Como não houve avanço nesse tema, a taxa da federação continua 5%.

Os dois próximos jogos já confirmados em Brasília são Botafogo x Cruzeiro, nesta quarta-feira, e Flamengo x Palmeiras, domingo. Mas o presidente da federação do DF diz que ainda não foi consultado sobre a possibilidade de Fluminense x Corinthians, dia 16, se juntar à lista. Na Ferj também não chegou qualquer pedido formal ainda, apesar dos rumores ouvidos.



  • Julio Ramos Lima

    Os clubes deveriam ter feito acórdão e jogasse no luso brasileiro. Poderiam fazer um alçapão lá. Tem incentivo fiscal de 20 milhões. Vergonhoso a falta de planejamento

MaisRecentes

Corte? Lucas Lima em pauta na reunião da comissão técnica da Seleção



Continue Lendo

Flamengo tem campanha de sócio-torcedor suspensa por órgão



Continue Lendo

Palmeiras e Chape levantam coro por transparência de tribunal em papo com a Conmebol



Continue Lendo