Minas Arena aponta dívida de R$ 9,1 mi do Cruzeiro em acordo ‘favorável’ ao clube mineiro



A Minas Arena, concessionária que administra o Mineirão, aponta que o valor cobrado do Cruzeiro na ação contra o clube mineiro já é de R$ 9,1 milhões em valores corrigidos. O valor refere-se às despesas pela utilização do estádio pelo Cruzeiro, cujo acordo a empresa diz ser “favorável” ao clube por ter que pagar apenas 70% de todo o custo de operação das partidas.

Ontem, a Justiça de Minas Gerais determinou a retenção de 25% da receita dos jogos do Cruzeiro no Mineirão para pagar a dívida. A iniciativa ocorreu no mesmo dia que o clube mineiro apresentou sua defesa em que pede a rescisão do contrato e cobra, por sua vez, um valor de R$ 25 milhões da concessionária pelo descumprimento do acordo entre as partes na utilização do estádio.

– A concessionária segue rigorosamente as cláusulas contratuais. Se houver rescisão, não é nossa culpa – afirmou à coluna o diretor comercial do Mineirão, Samuel Lloyd, para quem o contrato de utilização do estádio “é uma grande vantagem ao Cruzeiro”.

 



MaisRecentes

Globo vê obstáculos na ‘pressa’ da CBF para implantar árbitro de vídeo



Continue Lendo

Procurador do STJD não vê brecha para futura reclamação por causa do árbitro de vídeo



Continue Lendo

Eurico exalta árbitro de vídeo no Brasileiro: ‘Antes tarde do que nunca’



Continue Lendo