‘Paguei com meu dinheiro’, diz conselheiro investigado do Corinthians sobre ter ido com o time pra Bahia



Mané da Carne (dir.) no hotel onde o Corinthians se hospedou, em Salvador.

Mané da Carne (dir.) no hotel onde o Corinthians se hospedou, em Salvador.

O conselheiro vitalício do Corinthians Manoel Ramos Evangelista, o Mané da Carne, afirmou que não fez nada de errado ao acompanhar a delegação corintiana em Salvador onde o time enfrentou e perdeu para o Vitória, no último domingo, pelo Brasileirão. Segundo ele, os custos da viagem foram pagas de seu próprio bolso.

– Eu que paguei o hotel e as passagens aéreas, não foi o clube. Eu posso ir para onde eu quiser e a hora que eu quiser – afirmou o conselheiro, citando os pagamentos de R$ 210 na estadia do hotel e R$ 940 nas passagens aéreas pela companhia Avianca.

Mané da Carne foi alvo de denúncia do empresário Helmut Niki Apaza por ter recebido parte dos US$ 60 mil da venda de 20% dos direitos econômicos do jovem Alyson Motta. O caso está sendo apurado pelo Comitê de Ética do Conselho Deliberativo do Corinthians e o conselheiro nega que tenha recebido qualquer quantia.

Apesar de Mané da Carne sempre estar com o elenco corintiano nos jogos fora de casa, o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, passou a ser pressionado no clube para evitar a presença do conselheiro investigado junto com o time por conta do seu envolvimento no caso de desvio de verba na base do Corinthians.

Colaborou: Bruno Cassucci



  • Datena

    Pagou com o seu dinheiro de corrupção seu FDP.

  • carlos alcantara

    Precisamos expulsar essa cambada que se instalou no Corinthians, da saudades do Vicente Matheus !!!!!

  • Marty McFly

    Uiii uiiii uiiiiiiii…..
    Clube Pequeno é assim mesmo.
    Mané da Linguiça pagou com o lombo de gayvota fresca.
    Smallll Clubbbbbbb

MaisRecentes

CBF manda representante para Salvador para acompanhar arbitragem da final da Copa do Nordeste



Continue Lendo

Sindicato cria norma para repassar direito de arena a atletas em até 5 anos



Continue Lendo

Flamengo projeta receita de mais de R$ 40 milhões com sócio-torcedor em 2017



Continue Lendo