Romário escolherá novo relator da CPI e faz pressão em Renan para ouvir dirigentes da CBF



A CPI do Futebol terá troca de membros por conta da saída do então relator Romero Jucá (PMDB-RR), que assumiu o Ministério do Planejamento. O presidente da Comissão, o senador Romário, é quem indicará entre os integrantes da CPI o novo responsável pelo relatório, que decidirá se aproveita ou não o documento entregue às pressas por Jucá, na semana passada, ou se fará outro relatório do zero. A vaga em aberto na Comissão será preenchida por indicação do PMDB.

Junto com o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Romário também aproveitará a retomada das atividades no Senado, nesta terça, para pressionar Renan Calheiros (PMDB-AL) a colocar em votação a validade ou não da sessão da CPI que aprovou requerimentos para ouvir dirigentes ligados à CBF, como Marco Polo Del Nero e Ricardo Teixeira. O andamento dos trabalhos está parado há quase um mês por conta do processo de impeachment de Dilma.



MaisRecentes

Tícket médio dos jogos do Brasileirão-2016 teve queda de 10%, aponta estudo



Continue Lendo

ABCD crê em recredenciamento junto à Wada até abril



Continue Lendo

Flamengo terá superávit de R$ 146 milhões em 2016, aponta banco



Continue Lendo