CBF fatura mais em patrocínio que os seis maiores clubes juntos



Apesar da queda de 6% nas receitas de patrocínios em 2015, a CBF faturou bem mais que os grandes clubes do país. Os R$ 340 milhões da área superaram a soma de R$ 228 milhões dos seis maiores clubes nessa receita, que são Flamengo (R$ 85 milhões), Palmeiras (R$ 70 milhões), Corinthians (R$ 67 milhões), Grêmio (R$ 35 milhões) e Inter (R$ 35 milhões).

A CBF, entretanto, investiu menos em futebol que quatro grandes clubes. O custo de R$ 226 milhões da entidade na área ficou atrás de Cruzeiro (R$ 306,4 milhões), São Paulo (R$ 273,6 milhões), Corinthians (R$ 250,3 milhões) e Palmeiras (R$ 246,1 milhões).

Os dados são do estudo do colunista do L!, Amir Somoggi, que faz uma ressalva em relação aos custos da CBF com futebol. Para ele, o valor exato seria de R$ 162 milhões, já que a entidade incluiu gastos como os R$ 16 milhões com “órgãos e departamentos de apoio” ou R$ 14 milhões com “projetos de apoio e desenvolvimento”.



MaisRecentes

Clubes citam preocupação com uso de vídeo sem testes na Libertadores



Continue Lendo

Apfut ajusta regra que trata de antecipação de receitas



Continue Lendo

CBF quer iniciar em agosto concorrência pelos direitos de TV da Seleção



Continue Lendo