Negociações não avançam e Liga Sul-Americana continua longe de um acordo



Está longe a possibilidade de haver um acordo entre os cerca de 30 clubes que integram a recém-criada Liga Sul-Americana. Passados 40 dias da última reunião, em São Paulo, a avaliação é que não houve avanço nas divergências que opõem brasileiros e dirigentes de outros países, principalmente argentinos e uruguaios. Local da sede da Liga e modelo de gestão da entidade são os principais entraves.

– Não avançamos. Falta praticamente tudo… local da sede, comando da entidade. Agora vamos aguardar a próxima reunião – afirmou o presidente do Santos, Modesto Roma Jr, em evento da CBF, na semana passada.

Após a última reunião, que ocorreu dia 31 de março, no estádio do Morumbi, os dirigentes dos clubes da Liga Sul-Americana combinaram de avançar nas questões pendentes até esta terça-feira, 10. A ideia era chegar no próximo encontro, dia 19 deste mês, em Assunção-PAR, com as diretrizes da entidade já encaminhadas, o que não ocorreu.



  • Hélio Gemir De Morais Fonseca

    Quanto ao local da sede,é só fazer de
    maneira rotativa,para evitar demasiada influência de um ou outro país.E nada de mandato eterno,pelo amor de Deus!

  • Meu Helicoptero Minha Vida

    Poe a sede no RS. Fica perto deles.

  • Kleber Henrique

    Tem que ser Liga Americana, e colocar a sede nos Estados Unidos, um país organizado e sem esse petralha para comandar a Liga e tirar esse bando de safado da Libertadores, agora eles falam que nada deu certo por causa do local da sede? A me ajuda vai.

MaisRecentes

Melhor da Série A, árbitro da final do Paulista apitou poucos jogos de grandes



Continue Lendo

Ibope da final da Superliga agrada CBV



Continue Lendo

Além da França, CBF conversa com Rússia por amistoso da Seleção



Continue Lendo