Negociações não avançam e Liga Sul-Americana continua longe de um acordo



Está longe a possibilidade de haver um acordo entre os cerca de 30 clubes que integram a recém-criada Liga Sul-Americana. Passados 40 dias da última reunião, em São Paulo, a avaliação é que não houve avanço nas divergências que opõem brasileiros e dirigentes de outros países, principalmente argentinos e uruguaios. Local da sede da Liga e modelo de gestão da entidade são os principais entraves.

– Não avançamos. Falta praticamente tudo… local da sede, comando da entidade. Agora vamos aguardar a próxima reunião – afirmou o presidente do Santos, Modesto Roma Jr, em evento da CBF, na semana passada.

Após a última reunião, que ocorreu dia 31 de março, no estádio do Morumbi, os dirigentes dos clubes da Liga Sul-Americana combinaram de avançar nas questões pendentes até esta terça-feira, 10. A ideia era chegar no próximo encontro, dia 19 deste mês, em Assunção-PAR, com as diretrizes da entidade já encaminhadas, o que não ocorreu.



  • Hélio Gemir De Morais Fonseca

    Quanto ao local da sede,é só fazer de
    maneira rotativa,para evitar demasiada influência de um ou outro país.E nada de mandato eterno,pelo amor de Deus!

  • Meu Helicoptero Minha Vida

    Poe a sede no RS. Fica perto deles.

  • Kleber Henrique

    Tem que ser Liga Americana, e colocar a sede nos Estados Unidos, um país organizado e sem esse petralha para comandar a Liga e tirar esse bando de safado da Libertadores, agora eles falam que nada deu certo por causa do local da sede? A me ajuda vai.

MaisRecentes

Corinthians renegocia todos os contratos da Arena para reduzir custos



Continue Lendo

Clubes da Série A não poderão mais mandar jogos fora do estado de origem



Continue Lendo

Com premiações, patrocínio da Caixa ao Flamengo pode chegar a R$ 30 milhões



Continue Lendo